Navigate / search

NÃO TENHAM MEDO. VEJAM O LIVRAMENTO QUE O SENHOR LHES TRARÁ HOJE!

Moisés, porém, disse ao povo: Não temais, estai quietos e vede o livramento do Senhor, que hoje vos fará. Porque os egípcios, que hoje vistes, nunca mais os tornareis a ver.

(Êxodo: 14.13)

Nestes versículos vemos o primeiro caso de murmuração dos israelitas, além de mostrar a falta de fé daquela gente.

O povo estava com muito medo, pois se encontrava entre o mar Vermelho e o exército do Faraó vindo em sua direção ávido por matança.

Não tenham medo. Vejam o livramento que o Senhor lhes trará hoje

Sendo assim, diante daquela situação, Moisés procura encorajará-los e diz para que eles vejam o livramento que Deus lhes daria.

“Não deixe de ler também: O terrível medo de fracassar”.

Então, Moisés clama a Deus para ajudar o povo e Ele lhe ordena que pare de orar e siga em frente.

E é a partir desta ordem dada pelo Senhor a Moises, que gostaríamos de tratar de um assunto de suma importância para a vida do cristão.

E qual seria? Estamos falando de ação, que num determinado momento o crente tem de colocar em prática em sua trajetória.

“Outra boa leitura seria: Por que as pessoas têm medo de um relacionamento com Deus?”.

Sim, porque orar é fundamental no relacionamento com Deus, mas a partir de um determinado momento é preciso crer e seguir em frente. …Leia o texto completo…

Facebooktwittergoogle_plusmail

O HOMEM SERÁ ABSOLVIDO E CONDENADO POR SUAS PALAVRAS

Quem tem conhecimento é comedido no falar e quem tem entendimento é de espírito sereno. Até o insensato passará por sábio se ficar quieto, e, se contiver a língua, parecerá que tem discernimento.

(Provérbios: 17.27-28)

Uma das coisas mais difíceis para o ser humano é se manter calado.

Existe uma necessidade intrínseca no homem em falar, em se expressar.

O homem será absolvido e condenado por suas palavras

E, muitas vezes, ele faz isso sem ter nada para dizer.

E quando alguém fala não tendo nada importante para dizer, acaba falando o que não deve.

“Não deixe de ler: Não se deixe enganar por palavras todas”.

O que a maioria das pessoas não consegue entender, é que se manter calado traz uma série de benefícios.

O silêncio, em muitas ocasiões, é uma bênção e uma atitude de muita sabedoria.

Os versículos que colocamos como tema de nosso texto, destacam três pontos a respeito do silêncio que gostaríamos de trazer à nossa reflexão.

“Outra boa leitura seria: Sem perseverança não existe vitória”.

O primeiro, que já fizemos uma pequena abordagem, é que ficar calado é a melhor atitude quando não se tem nada importante para ser dito.

Por que falar por falar?  Por que correr o risco de dizer alguma bobagem da qual se arrependerá depois? …Continue lendo o texto…

Facebooktwittergoogle_plusmail

CUIDADO COM O EVANGELHO PREGADO TENDO COMO FUNDAMENTO O CUMPRIMENTO DE REGRAS

Admiro-me de que vocês estejam abandonando tão rapidamente aquele que os chamou pela graça de Cristo, para seguirem outro evangelho que, na realidade, não é o evangelho. O que ocorre é que algumas pessoas os estão perturbando, querendo perverter o evangelho de Cristo.

(Gálatas: 1.6-7)

Desde o seu início o cristianismo tem sofrido diversas investidas que tentam tirá-lo do seu foco principal que é Jesus.

Estes movimentos continuam, das mais diversas maneiras, atuando e tentando infiltrar conceitos completamente distorcidos a respeito do Evangelho.

Cuidado com o Evangelho pregado tendo como fundamento o cumprimento de regras

Neste texto, abordaremos uma destas aberrações que, infelizmente, não ficou para trás, lá no século 1, continua muito viva nos dias de hoje.

“Não deixe de ler também: A Palavra de Deus chega ao ser humano por revelação”.

Trata-se de um falso Evangelho que define o verdadeiro cristão como sendo aquele que deve viver sob um conjunto de regras.

Não se pode fazer isso ou aquilo, deve-se cumprir este ou aquele mandamento, isto é, para alcançar a graça de Deus é necessário cumprir as tais ordenanças.

“Outro ótimo texto seria: Jesus é o único caminho para se chegar a Deus”.

Significa dizer que o homem alcança o favor de Deus por seus próprios méritos.

O absurdo deste falso ensino é que a soberania de Deus e o Seu amor são jogados por terra. …Continue lendo o artigo…

Facebooktwittergoogle_plusmail