Navigate / search

ONDE FICA A FRONTEIRA ENTRE O DESEJO LEGÍTIMO E A COBIÇA?

Não cobiçarás a casa do teu próximo. Não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem seus servos ou servas, nem seu boi ou jumento, nem coisa alguma que lhe pertença.

(Êxodo: 20.17)

Se formos ao dicionário procurar o significado da palavra cobiça, encontraremos que se trata de um desejo desmedido de poder, dinheiro, bens materiais e glória, ou seja, é um desejo sem limites de se conseguir algo.

“Não deixe de ler também: Desejos legítimos satisfeitos da forma errada”.

Onde fica a fronteira entre o desejo legítimo e a cobiça?

Porém, gostaríamos de abrir um parêntese neste texto para chamar a atenção para alguns dos sinônimos de cobiça, quais sejam: ambição, ganância, inveja, mercantilismos e avidez.

Fazemos isto pelo fato de que a palavra cobiça tem um sentindo bem pejorativo, já ambição não, por exemplo, mas o significado de ambas é o mesmo, um desejo desgovernado de se conseguir alguma coisa.

“Outra ótima leitura seria: Devemos proteger o nosso coração dos desejos ruins”.

Entretanto, o objetivo principal deste texto é tentar fazer uma separação entre o desejo autêntico de se conseguir algo nas diversas áreas da vida do ser humano e a ambição desenfreada que algumas pessoas têm em prosperar, por exemplo. …Continue lendo o texto…

O ERRO DE SE TIRAR VANTAGEM DA SUA POSIÇÃO

Eram, porém os filhos de Eli filhos de Belial e não conheciam ao Senhor.

(1 Samuel: 2.12)

Alguém tirar vantagem pessoal de determinada posição ocupada é um erro sem tamanho e que pode provocar consequências terríveis e, às vezes, sem volta.

Foi o caso dos filhos de Eli, que abusaram do poder que a posição de Sacerdote lhes concedia e acabaram se perdendo, quando colocaram em primeiro lugar os seus desejos pessoais em detrimento dos deveres reais que o ministério de cada um exigia.

O erro de se tirar vantagem da sua posição

Somente a fim de contextualizar o que estamos tentando dizer, citamos apenas um dos erros cometidos por eles, que era o de dormir com as mulheres que frequentavam o Templo, então, evidentemente, foram condenados por Deus e pagaram por isto.

“Sugerimos que você leia também: Devemos evitar afirmações precipitadas”.

E é disto que gostaríamos de refletir neste artigo, do erro que muitas pessoas cometem de tirar vantagem da posição que ocupam, achando que ficarão impunes ou que não existirão consequências para os seus atos equivocados.

“Não deixe de ler também: Cuidado com aqueles que usam a Palavra de Deus em benefício próprio”.

É importante salientar, que quanto maior for o posto ocupado, maiores serão os riscos de se cair nesta tentação, pois o poder, infelizmente, traz a reboque aquela sensação de “isenção de responsabilidade” e de que “tudo se pode”. …Continue lendo o texto…

VOCÊ NÃO DEVE SE COMPARAR COM NINGUÉM

Jacó, porém, ouviu falar que os filhos de Labão estavam dizendo: “Jacó tomou tudo que o nosso pai tinha e juntou toda a sua riqueza à custa do nosso pai”. E Jacó percebeu que a atitude de Labão para com ele já não era a mesma de antes.

(Gênesis: 31.1-2)

Talvez um dos grandes problemas da sociedade, está no fato de que existe uma necessidade intrínseca no ser humano em se comparar com o próximo.

Em virtude disto, enormes problemas são criados, pois as comparações acabam gerando os mais diversos sentimentos no coração do homem.

Você não deve se comparar com ninguém

Nos versículos que tomamos como tema de nosso texto, os filhos de Labão ficaram enciumados com a riqueza de Jacó, o que acabou provocando um problema de relacionamento entre eles, ou seja, a inveja entrou em cena.

“Não deixe de ler também: O que foi feito no passado não pode ser alterado”.

E o que aconteceu com os filhos de Labão acontece com milhares de pessoas, que vêm levando a sua vida de forma tranquila, porém quando ficam sabendo que alguém do seu trabalho, por exemplo, está usufruindo de uma determinada situação, que ela entender ser melhor, imediatamente fica infeliz, simplesmente por se comparar com o outro.

“Você deveria ler também: O preço pago pelo entendimento e a sabedoria”.

O propósito principal deste texto é tentar trazer uma reflexão em cima disto, para a necessidade de se evitar a comparação com o próximo, pois não faz o menor sentido levar a vida desta forma. …Continue lendo o texto…