Navigate / search

A INFLUÊNCIA DE DETERMINADAS ESCOLHAS PARA AS NOSSAS VIDAS

Gênesis: 13.8-9

Então Abrão disse a Ló: “Não haja desavença entre mim e você, ou entre os seus pastores e os meus; afinal somos irmãos! Aí está a terra inteira diante de você. Vamos nos separar! Se você for para a esquerda, irei para a direita; se for para a direita, irei para a esquerda”. 

Diz a Palavra de Deus que os pastores de Abrão e Ló começaram a se desentender por causa dos animais e, por conta disso, um

determinado dia Abrão disse a Ló que eles eram parentes chegados e não deveriam brigar e que o melhor seria que eles se separassem e lhe disse para escolher a terra que quisesse, isto é,  se Ló fosse para a esquerda ele iria para a direita e caso fosse para a direita ele tomaria o lado contrário.

Leia também: Você tem a quem recorrer

Ló, então, deu uma boa olhada em volta de toda aquela terra e viu que o vale do Jordão, até chegar à cidade de Zoar, tinha bastante água e escolheu todo aquele vale e, por isso, Abrão ficou na terra de Canaã.

Ló quando escolheu a sua parte só pensou nos ótimos pastos e na fartura de água, não levou em consideração o fato de ir morar em Sodoma, onde vivia gente muito ruim e que cometia pecados horríveis contra Deus.

Ló perdeu seu pai quando ainda era jovem, porém foi educado tendo como exemplos seu avô, Tera e seu tio Abraão e mesmo assim ele não conseguiu desenvolver uma visão de futuro, era ambicioso e só conseguia ver o presente e, pior, não conseguia mensurar as consequências das suas decisões imediatistas.

E essa talvez tenha sido a decisão mais desastrosa de sua vida, pois, levado pela ganância e pela forma como fazia suas escolhas, procurando sempre a saída mais fácil, acabou optando em morar próximo a Sodoma e, por conta disso, acabou enfrentando a tortura e a servidão, quando o lugar onde vivia foi tomado pelos inimigos e ele foi levado prisioneiro, além de perder tudo o que tinha.

E é sobre essa atitude de Ló que gostaríamos de refletir nesse artigo. As escolhas que fazemos para as nossas vidas e que podem influenciar sobremaneira o nosso futuro e da nossa família.

Considere ler também: Ambição bom ou ruim?

Você também pode ler: Arrogantes pretensões

Quando os pastores de Ló e seu tio começaram a discutir e Abraão lhe fez a proposta de separação, ele foi extremamente ganancioso e não pensou em nenhum momento naquele que tinha cuidado dele quando ficou sem o seu pai, isto é, o seu único interesse foi ficar com a melhor parte, com a melhor terra e isso não permitiu ver o perigo maior da escolha que estava fazendo, pois ficar com aquilo, que num primeiro momento representava o melhor, envolvia um risco tremendo que era morar perto de Sodoma,mas ele completamente cego não conseguiu enxergar isso.

Uma ótima leitura seria: Ouvir pode mudar a sua vida

E assim é conosco. Muitas vezes tomamos decisões e fazemos determinadas escolhas para as nossas vidas olhando somente para um determinado lado da situação e, por diversas motivações, não conseguimos enxergar o contexto, não conseguimos ter a visão periférica do todo e acabamos por enveredar por determinadas caminhos dos quais nos arrependemos amargamente, mas que não podemos fazer mais nada já que não podemos mais voltar.

Leia também: Fugindo do pecado

O importante nesses casos é verificarmos as motivações das nossas decisões, o porquê nós estamos escolhendo isso ou aquilo e decidindo por esta ou aquela situação. No caso de Ló foi a ganância, a cobiça, o desejo incontrolável de ficar com a melhor pastagem para o seu gado e no nosso caso? Quais têm sido os motivos pelos quais escolhemos isso ou aquilo? Temos pensado nas consequências de determinadas decisões para o nosso futuro e da nossa família? Estamos olhando o contexto ou estamos focados somente em um ponto? Essa ou aquela decisão de que forma atingirá às pessoas que estão a nossa volta ou sob a nossa responsabilidade?

Essas respostas são fundamentais e podem determinar de forma contundente esta ou aquela decisão, entretanto agir como Ló sem pensar em nada disso é de uma irresponsabilidade sem tamanho, por isso nós não podemos cair na tentação de agir por impulso ou com base em motivações menores. Pense nisso e deixe o seu comentário

Por:Marcio Motta

Disponibilizamos um E-book para você. Coletânea de Versículos Bíblicos. Não deixe de baixar. É grátis!  => => => Quero Receber!

 

Facebooktwittergoogle_plusmail

Comments

J.L.Barbosa
Reply

Por tudo que acabei de ler, e pelo modesto conhecimento que tenho da palavra de Deus, posso sentir na pele o que Ló não pensou que poderia sentir, Ló foi interesseiro, não se preocupou com os conselhos de seu tio Abraão, procurar fazer o seu lado egoísta, deixando o tio levar a sua vida como achasse melhor, pois o que mais lhe interessava naquele momento era habitar-se em um local que viesse viver uma vida tranquila, mas nem tudo que os olhos veem é o melhor para nós se Deus não estiver no centro de nossa administração, foi o que aconteceu com Ló, dai vei lhe a desgraça, caindo nas mãos do inimigo , perdendo tudo que tinha, sendo salvo por um milagre de Deus que interagiu avisando ao seu tio Abraão do que estava acontecendo, até que vei o socorro do tio, para livrá-lo das mãos da queles homens pecadores, que tiveram a sua cidade destruída por determinação de Deus. Lembre-se que É Deus quem escolhe o homem para ser seu servo e que Deus não prepara o homem para escolher, mas o homem que Ele escolhe esse Ele prepara, ai se vê a diferença entre Ló e Abraão, que se tornou pai de uma grande geração como nos conta a bíblia. Amém! Pastor. José Filho do Rei…

Marcio Motta
Reply

José grato pela sua contribuição em nosso site. Ela é sempre muito bem vinda. Fique com Deus.

Leave a comment

name*

email* (not published)

website