Navigate / search

DEUS SEMPRE QUER NOS DAR OUTRA CHANCE

Êxodo 32. 11-12

Porém Moisés suplicou ao Senhor, seu Deus, e disse: Ó Senhor, por que se acende o teu furor contra o teu povo, que tu tiraste da terra do Egito com grande força e com forte mão? Por que hão de falar os egípcios, dizendo: Para mal os tirou, para matá-los nos montes e para destruí-los da face da terra? Torna-te da tua ira do teu furor e arrepende-te deste mal contra o teu povo. 

deus sempre quer nos dar outra chance

Moisés tinha subido ao monte. Como ele estava demorando muito para descer, o povo se reuniu em volta de Arão, argumentando que não sabia  o que  tinha acontecido com o homem que lhes tinha tirado do Egito,  e lhe pede que ele construa, para eles ,deuses para serem colocados à frente deles.

Arão, então, pede que cada um,  que  lhe traga tudo que tivesse de ouro em suas casas. Eles obedeceram e assim fizeram. Arão pegou todo o ouro que tinha recebido, derreteu, colocou dentro de um molde e fez um bezerro de ouro, que o povo reconheceu como o deus que o tinha tirado do Egito, em seguida foi construído um altar diante do bezerro e foi anunciado que, no dia seguinte, haveria uma grande festa, em honra daquele deus.

No dia seguinte,  o povo trouxe , logo pela manhã, alguns animais para serem queimados como sacrifício e outros para serem comidos como ofertas de paz. Após isso, houve festa e todos comeram, beberam e se divertiram.

Vendo tudo isto Deus disse a Moisés para descer depressa, pois o povo, aquele mesmo que Ele tinha tirado do Egito, estava pecando e rejeitando o Senhor.

Disse mais, que eles tinham se desviado do caminho determinado para que  seguissem, tinham feito um bezerro de ouro fundido, a quem estavam adorando e oferecendo sacrifícios, além do fato de que estavam dizendo que aqueles é que eram seu deuses e que foram eles que os tinha libertado das mãos do faraó, no Egito.

O Senhor continua falando com Moisés e lhe diz que conhece muito bem este povo, a sua teimosia e, por isto, iria descarregar toda a Sua ira sobre ele, acabando com toda a nação, e que Moisés não ousasse tentar impedir, e  complementa, que após isto, fará de Moisés e de seus descendentes uma grande nação.

Neste momento, apesar do Senhor ter-lhe dito para que ele não tentasse impedir, Moisés começa a argumentar perguntando o motivo de tão grande ira contra povo que Ele tinha tirado do Egito, demonstrando todo o Seu poder e grande força.

Vai além, e faz uma colocação de impacto, dizendo que caso Ele fizesse isto, os egípcios iriam pensar que aquele povo tinha sido  salvo das mãos do faraó para ser morto nos montes e ser destruído de forma irremediável.

Então, pede que o Senhor não fique daquela forma, que Ele mude de idéia e que não destrua o povo completamente,  e faz uma alusão  para que o Senhor se lembre da promessa feita a Abrãao, Isaque e Jacó de lhes dar tantos descendentes quantas estrelas existissem no céu, além de toda aquela terra.

Então o Senhor mudou de idéia e não fez cair sobre o Seu povo, a calamidade que havia prometido.

Neste instante cabe a seguinte pergunta: Por que Deus mudou de idéia? Certamente não foi por merecimento daquele povo. Será que Ele se arrependeu?

O cenário era de que Deus estava prestes a destruir toda a nação por causa da idolatria, uma vez que  tinham  acabado de desobedecer o mandamento de não fazer imagem de escultura, além de fato de estarem dançando e adorando àquela imagem.

A resposta para as  perguntas acima é a de que Deus não mudou de idéia, não se arrependeu, Ele fez prevalecer à Sua natureza, de um Deus misericordioso, sempre disposto a nos dar mais uma chance, sendo assim, entre agir de acordo com a sua justiça, Ele agiu em consonância com a Sua bondade, atendendo a um pedido de Seu servo Moisés, muito embora aquele povo não merecesse.

Entretanto, cabe-nos  uma  observação muito importante dentro deste texto, que diz respeito ao contido no versículo dez, que diz assim: “Agora, pois, deixa-me, que o meu furor se acenda contra eles, e os consuma; e eu farei de ti uma grande nação”.

Notem que Deus está dizendo a Moisés para não intervir, pois tendo em vista tudo o que  aquela nação estava fazendo, a Sua ira iria acabar com tudo. Porém, notem que no final do versículo o Senhor, de forma muito clara, faz uma promessa a Moisés, que, mesmo diante de toda aquela calamidade, de toda a Sua decepção com aquelas pessoas, Ele já tinha um plano para ele, ele seria poupado, e mais, a partir dele, Deus levantaria um grande nação, ou seja, muito embora Deus tenha agido de acordo com a sua natureza, fazendo prevalecer a Sua misericórdia, em detrimento de Sua justiça, fica muito claro que o fato de ter sido Moisés a interceder por aquele povo, teve importância fundamental da decisão do Senhor de mudar o rumo daquele episódio.

Com certeza Deus levou em consideração quem estava pedindo, implorando, pois conhecia o caráter daquele servo. Deus sabia que podia confiar em Moisés.

Assim como Moisés, podemos interceder a Deus por nossos irmãos e Ele sempre estará aberto às nossas petições, porém está muito claro, que o Seu comprometimento sempre será diretamente proporcional ao nosso.

A grande verdade é que, estamos vendo aqui mais uma vez, que Deus  conhece a cada um de nós. Ele sabe o tipo de servo que somos, sabe se pode confiar em nós, sabe o nível de comprometimento que temos com Ele e até que ponto estamos dispostos a levar uma vida em consonância com os Seus preceitos e mandamentos.

É evidente que em sua caminhada, Moisés também cometeu seus erros, porém, tendo em vista o seu comprometimento, Deus trabalhou as suas características até que elas se ajustassem ao Seu propósito.

Deus pode fazer isto comigo e com você que está lendo este texto, basta que, realmente, nos comprometamos com Ele. Pense nisso e deixe o seu comentário.

Por:Marcio Motta

Preencha o seu e-mail e receba um e-book totalmente grátis. Coletânea de Versículos Bíblicos. => => => Quero Receber

 

Facebooktwittergoogle_plusmail

Comments

hugo
Reply

entendi
isso quer dizer que podemos interceder por um irmão como podemos pedir mais uma chance para nos mesmos;

Marcio Motta
Reply

Isto mesmo Hugo, Deus é bom e está sempre disposto a nos dar outra oportunidade. Fique com Deus.

hugo
Reply

voce poderia me explicar o que significa a soberania de deus?

Marcio Motta
Reply

Hugo Deus é o criador dos céus e a terra e Senhor sobre todas as coisas.

hugo
Reply

e em que casos ele não pode ser atendido?

obrigado!

Marcio Motta
Reply

Hugo Deus é misericordioso e está sempre disposto a nos dar mais uma chance, porém a decisão de buscar a Deus e seguir os Seus princípios é do homem e para isso é necessário se ter compromisso com Ele.

hugo
Reply

isso é muito serio!
foi o que eu entendi?
a oração de um cristão comprometido mudará o destino de outra pessoa?

Marcio Motta
Reply

Interceder por outra pessoa é um dos deveres do crente e, de acordo com a soberania de Deus, Ele pode atender o pedido.

Jorge
Reply

O Senhor nosso Deus e Cheio de Miservcrdias, ele quer que o impio viva e deixe o seu mau caminho, Ele e o nosso ajudador e conselheiro, e ele quem me sustenta em tudo, sou um pobre e miseravel homem, nao sei o que seria de mim sem este amor!!!

Palavra Fiel
Reply

Obrigado Jorge pelo seu comentário

Jorge
Reply

Realmente Deus pode trabalhar o nosso comportamento e caracter, Agindo Deus que, impedira?

Palavra Fiel
Reply

Obrigado Jorge pelo seu comentário.

Leave a comment

name*

email* (not published)

website