Navigate / search

CUIDADO COM AS PRESSÕES DO MOMENTO

Lucas 23. 20 – 24

Mais uma vez, pois, falou-lhes Pilatos, querendo soltar a Jesus.Eles, porém, bradavam, dizendo: Crucifica-o! crucifica-o! Falou-lhes, então, pela terceira vez: Pois, que mal fez ele? Não achei nele nenhuma culpa digna de morte. Castigá-lo-ei, pois, e o soltarei. Mas eles instavam com grandes brados, pedindo que fosse crucificado. E prevaleceram os seus clamores. Então Pilatos resolveu atender-lhes o pedido.

cuidado com as pressões do momento

Diz a Palavra que Pilatos reuniu os chefes dos sacerdotes, os líderes judeus e o povo para dizer que tinha feito diversas perguntas a Jesus e não tinha conseguido encontrar nada que o incriminasse, apesar de eles o terem trazido até ali sob a acusação de estar estimulando o povo a fazer uma revolta. Foi mais além, disse que Herodes também  não tinha visto nada contra àquele homem e, por isso, tinha-o mandado de volta. Então, Pilatos continuou falando que mandaria que ele fosse chicoteado e depois o soltaria, já que ele não tinha feito nada para merecer a pena de morte.

Pilatos disse que o soltaria, pois tinha o costume de, na festa da Páscoa, colocar em liberdade algum preso, a pedido do povo. Foi aí que a multidão começou a gritar para soltar Barrabás, que tinha sido preso por ter participado de uma revolta na cidade e por assassinato.

Entretanto,  Pilatos que queria soltar Jesus, tornou a se dirigir   à multidão, porém continuou ouvindo para crucificar Jesus. Pela terceira vez Pilatos voltou a dizer que não conseguia ver nada naquele homem  para que ele merecesse a pena de morte e voltou a dizer que mandaria chicoteá-lo e em seguida o soltaria. Porém a multidão continuou a gritar para que Jesus fosse crucificado e Pilatos cedeu, condenou Jesus à morte e soltou o homem que estava sendo acusado de assassinato, Barrabás.

Pilatos, com certeza, perdeu a grande o oportunidade de ter  tomado a maior decisão de sua vida. Teria entrado para a história como aquele que, num ato de coragem e justiça, não permitiu que Jesus Cristo fosse condenado de forma covarde e injusta. Entretanto, entrou como aquele que condenou o Mestre à morte.

Gostaríamos de chamar a atenção para o fato de que ele não conseguiu ver nenhuma culpa em Jesus e, por isso, por três vezes tentou fazer com que o povo mudasse de ideia, mas não conseguindo fez o pior cedeu à pressão, muito embora tivesse o poder de decidir de forma diferente, porém com era  político de carreira, não quis desagradar o povo e, em vez de agir segundo a sua consciência, transigiu para não colocar o seu cargo em risco.

E é  disso que gostaríamos de falar nesse artigo. Pressão. Vivemos um tempo que convivemos com diversos tipos de pressão. É no trabalho, é no ambiente escolar, é na roda de amigos, em todos os lugares somos pressionados de alguma forma e precisamos tomar muito cuidado para não afetarmos as nossas decisões por conta dessas pressões. Vi, em minha vida profissional, diversos colegas anteciparem aposentadorias, prejudicar as suas carreiras, largar determinados cargos, por conta de pressões. Essas pessoas se arrependeram depois, porém não tinha mais jeito, já tinham tomado as suas decisões, pressionadas por determinadas situações. Estou falando de pressões profissionais, porém existem muitas outras, o que estamos querendo dizer é que esses momentos podem nos levar a tomar decisões das quais nos arrependeremos depois, por isso precisamos tomar muito cuidado, por isso não podemos permitir que essas ocasiões, que passarão com certeza, venham a determinar o nosso futuro.

O que ocorre, é que durante o tempo que estamos sendo pressionados, por qualquer motivo, acabamos ficando estressados e é esse estresse que acaba nos levando a tomar decisões equivocadas. Pilatos estava sendo pressionado pela multidão para condenar Jesus, isto o levou a ficar estressado diante da possibilidade de perder prestígio diante do povo, já que era um político de carreira, e aí, optou pela decisão que sabia que estava errada, mas preferiu assim.

Quando um profissional está sendo pressionado, pelos superiores a alcançar a metas estabelecidas, esta pessoa  fica estressada, principalmente se não estiver conseguindo, então, dependendo da sua estrutura emocional, acaba jogando tudo para o alto para se livrar daquela situação. O que precisamos entender é que viver já é um estresse. Jamais conseguiremos viver sem ele. Os tempos modernos são assim. Então o que fazer? Em 2 Coríntios 6, versículos 8 a 10, está escrito:” por honra e por desonra, por má fama e por boa fama; como enganadores, porém verdadeiros;como desconhecidos, porém bem conhecidos; como quem morre, e eis que vivemos; como castigados, porém não mortos;como entristecidos, mas sempre nos alegrando; como pobres, mas enriquecendo a muitos; como nada tendo, mas possuindo tudo.” O que estes versos estão nos dizendo é que não podemos ser controlados pelo que os outros esperam de nós, com aquilo que pensam a nosso respeito, em última análise, o estresse não pode nos dominar.  Se conseguirmos isso, jamais faremos alguma coisa a qual venhamos a nos arrepender depois. Porém, uma coisa que precisa ficar muito bem clara é que precisamos dar o nosso máximo, fazer o nosso melhor, em qualquer lugar, pois agindo assim teremos a nossas consciência tranquila de que não estamos sendo negligentes em nenhuma situação e Deus, que sabe de todas as coisas, que vê todas as coisas, que conhece o nosso coração, virá em nosso socorro.

Finalizando, precisamos entender que nessa vida tudo passa, tanto os momento ruins, quanto os bons, nada é definitivo, a forma como os ultrapassamos é que faz a diferença. Por isso faça sempre o seu melhor, dê o máximo e aquiete o seu coração, pois Deus está vendo tudo.

Por:Marcio Motta

Preencha o seu e-mail e receba um e-book totalmente grátis. Coletânea de Versículos Bíblicos. => => => Quero Receber

 

Facebooktwittergoogle_plusmail

Comments

Maria
Reply

Agradeço à DEUS pelo consolo que venho recebendo da PALAVRA DE DEUS através deste Site, tem-me sido de uma valia imensurável!
Louvo à Deus pelo socorro que tenho recebido, para continuar a LEVANTAR e ANDAR continuando a escrever a minha história aqui na Terra, com a força que o SENHOR me concede!
DEUS É O GRANDE EU SOU!
SANTO, SANTO, SANTO É O SENHOR DEUS!
GLÓRIAS À DEUS!

Marcio Motta
Reply

Agradecemos Maria pela sua participação.

faux louis vuitton
Reply

Your article CUIDADO COM A PRESSÕES DO MOMENTO write very well, thank you share!

Marcio Motta
Reply

Obrigado pelo seu comentário

Stan Magone
Reply

I like this site very much so much fantastic information.

Leave a comment

name*

email* (not published)

website