Navigate / search

CUIDADO COM AS SITUAÇÕES EM QUE FICA EMBARAÇOSO FAZER O QUE É CORRETO

Entrou a filha da mesma Herodias e dançou, e agradou a Herodes e aos que estavam com ele à mesa. Disse então o rei à menina: Pede-me o que quiseres, e eu to darei. Marcos 6.22

Cuidado com as situações em que fica embaraçoso fazer o que é correto

O contexto dessa história é que existia uma mulher chamada Herodias que tinha sido esposa de Filipe, porém ela o abandonou para viver com Herodes Antipas e esta atitude foi condenada por João Batista.

Por este motivo, aquela mulher sentia muito ódio de João Batista, então, aconteceu que na festa de aniversário de Herodes, a filha de Herodias dançou e agradou muito a todos os presentes, principalmente a Herodes, que encantado com sua apresentação lhe prometeu dar, sob juramento, o que ela pedisse. “Sugerimos que você leia também: A outra face”.

Orientada por sua mãe a moça pediu a cabeça de João Batista. O rei ficou muito aflito, mas por causa do juramento que tinha feito à frente de todos, ordenou que fosse feito o que ela pedia e mandou decapitar João Batista. “Uma ótima para você seria: Quando Deus diz não”.

A grande verdade desta história é que o rei não queria matar João Batista, mas por causa do juramento que tinha feito, para não ficar constrangido perante aos seus convidados e manter a palavra de rei, acabou preferindo fazer o que a moça tinha pedido.

Essa é aquela situação em que fica embaraçoso fazer o que é certo, o que é direito e acabamos cedendo e praticando o que é errado.

Esta passagem nos dá um grande ensinamento, pois é muito comum nós tomarmos algumas decisões movidos pelo momento ou até pela emoção, como foi o caso do rei que ficou encantado com a moça dançando, e assumirmos compromissos que, quando a “ficha cai”, verificamos que ficam difíceis de serem cumpridos. “Você não pode deixar de ler também: Os conflitos e os nossos desejos”.

A atitude correta é voltarmos atrás, mesmo que isto nos leve a alguns constrangimentos e não continuarmos em frente somente para manter a nossa palavra ou para não ficarmos envergonhados, ou seja, erramos ao decidirmos por impulso, então, só nos resta assumir o erro. “Leia também: A distância entre o problema e a solução”.

Sendo assim, devemos evitar nos envolver em situações como esta, isto é, tomar decisões ou fazer promessas que nos deixarão embaraçados lá na frente.

Para terminar precisamos ter mente que precisamos sempre perseguir em fazer o que é correto, porém ninguém é perfeito e todos nós estamos sujeitos ao erro, porém o pior mesmo é verificarmos que fizemos uma bobagem e mantermos esse posicionamento somente porque “palavra de rei não volta atrás”. Pense nisso e deixe o seu comentário.

Por:Marcio Motta

Disponibilizamos um E-book para você. Coletânea de Versículos Bíblicos. Não deixe de baixar. É grátis!  => => => Quero Receber!

 

Facebooktwittergoogle_plusmail

Comments

L.Motta (Mazinho)
Reply

Parabéns, Márcio..esta muito bacana..uma verdadeira inspiração mesmo…

Paz em Cristo.

Mazinho Motta.

Marcio Motta
Reply

Obrigado Mazinho pelo seu comentário

luciane gabriel
Reply

O melhor mesmo é não prometer nada do que prometer e não cumprir, pois a palavra do crente tem que ser sim sim não não e além disso, será classificado por alguém que não tem palavra e pode-se perder a confiança quando for querer prometer algo realmente importante. Boa Noite na Paz do Senhor Jesus.

Marcio Motta
Reply

Luciane muito obrigado pelo seu comentário

Leave a comment

name*

email* (not published)

website