Navigate / search

FALAR SOBRE A SALVAÇÃO ESTÁ FICANDO FORA DE MODA

Assim também Cristo, oferecendo-se uma vez para tirar os pecados de muitos, aparecerá pela segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para salvação.

 (Hebreus: 9.28)

Hoje vou abordar, neste artigo, um tema que está bastante fora de moda em nossas Igrejas hoje em dia, qual seja, vou falar sobre salvação.

Isto mesmo, nos dias de hoje fala-se sobre os mais diversos assuntos, porém a matéria central do Evangelho de Cristo foi colocada de lado e parece que não vai retornar ao debate.

Falar sobre a salvação está ficando fora de moda

Fala-se de tudo que foque o bem estar do crente aqui na terra, porém da eternidade, da vida eterna não se fala mais ou muito pouco.

“Não deixe de ler também: A salvação é um ato de amor”.

Não que os outros assuntos não sejam importantes, não que não se deva abordá-los, porém parece que ficou mais importante falar das conquistas materiais, da compra do apartamento, do crescimento do negócio, do que se lembrar do que Cristo fez pelo homem.

“Você deveria ler também: A salvação está ao alcance de todos”.

Parece que ficou mais fácil encher as igrejas de membros agindo dessa forma, prometendo, através de campanhas e de sacrifícios, mudança de vida, mas sempre com foco maior no material e não no espiritual.

E eu fico me perguntando o que Deus deve estar achando disso, como Ele deve estar olhando para a sua igreja destes dias e me pergunto: Será que Ele está se agradando deste tipo de postura por parte dos cristãos de hoje?

Sinceramente, eu acho que não. Ele deve estar muito triste de ver as pessoas totalmente focadas nas coisas materiais e não estarem nem aí para a eternidade.

“Outra ótima leitura seria: Que adianta ganhar o mundo e perder a nossa alma”.

É lógico que todos nós queremos viver bem aqui na terra e é evidente que Deus também quer, mas o que estamos tentando chamar a atenção neste texto é a questão da prioridade.

Não podemos inverter estes valores, não podemos estabelecer uma relação com Deus somente baseados em crescimento material e esquecermos completamente do sacrifício de Jesus.

“Leia também: Nunca é tarde e nada está perdido”.

Deus deseja que todos nós sejamos salvos, planejou isso desde o início e o foco do cristão deve ser a eternidade e não podemos esquecer que estamos aqui somente de passagem, aliás, muito rápida.

Sendo assim, não faz nenhum sentido ficarmos centrados somente nas coisas aqui da terra, que são passageiras, e nos esquecer de plantar as sementes necessárias para entramos no lugar para aonde iremos de forma definitiva.

Pense nisso e deixe o seu comentário.

Por:Marcio Motta

Disponibilizamos um E-book para você. Coletânea de Versículos Bíblicos. Não deixe de baixar. É grátis!  => => => Quero Receber!

 

Facebooktwittergoogle_plusmail

Comments

Ivanildo cardoso
Reply

Oséias 4;6

Marcio Motta
Reply

Obrigado Ivanildo pela sua observação.

Ivanildo cardoso
Reply

Ta faltando discernimento sobre o fruto do conhecimento. Isso é dom de DEUS. não existe teologia, nem ermeutica. Provérbios 1:23

Marcio Motta
Reply

Ivanildo agradecemos a sua participação.

Aparecido de Souza Umbelino
Reply

Irmãos, minha singela opinião é que nós cristãos sinceros à Palavra de Deus e seus ensinamentos, não devemos ter nenhum tipo de preocupação em relação à tudo que está acontecendo, porque para nós não deveria ser surpresa nenhuma, visto que todos estes acontecimentos estão relatados na Sua Palavra que diz: “Lembre disto: nos últimos dias haverá tempos difíceis. 2 Pois muitos serão egoístas, avarentos, orgulhosos, vaidosos, xingadores, ingratos, desobedientes aos seus pais e não terão respeito pela religião. 3 Não terão amor pelos outros e serão duros, caluniadores, incapazes de se controlarem, violentos e inimigos do bem. 4 Serão traidores, atrevidos e cheios de orgulho. Amarão mais os prazeres do que a Deus; 5 Parecerão ser seguidores da nossa religião, mas com as suas ações negarão o verdadeiro poder dela. Fique longe dessa gente! (II Timóteo 3:1-5)
No coração sincero não deve haver nenhum tipo de temor, tudo há de se cumprir conforme está escrito.

Marcio Motta
Reply

Ficamos gratos pela sua participação Aparecido.

Odilon
Reply

Obrigado pelas palavras de conforto. God Bless you.

Marcio Motta
Reply

Odilon obrigado pela sua participação.

CHRISTIAN
Reply

caro irmão te saudo pelas maravilhoso texto concordo plenamente com vc pois me tornei cristão a 3 anos e infelismente o que descobri o que se passa por detras dos pulpitos e altares e muito pior do me falavam infelismente os dirigentes das igreja evangelicas no brasil e no mundo se prostituiram pela flamigerada teologia da prosperidade e pelo amor ao dinheiro e sua ganancia pessoal de pastores eles não tem nada pois aprendi no estudo da biblia que pastores de deus são aqueles que apacenta o rebanho nunca vi tanta hipocresia tanta blasfemia contra o evangelho de cristo como tenho visto hoje vc vai a um culto e não ouve mais falar de jesus cristo na sua vida o que ele nos deixou os seus ensinamentos a busca nossa pela salvação e sim se ouve e se ensina nas igrejas a busca implacavel pela idolatria aos bens materias o amor ao dinheiro a satisfação da carne e não a satisfação do espirito perante cristo jesus creio meu caro que as coisas ainda vão piorar em muito ainda ate que o povo acorde e veja a tamanha enganaçao a qual foram submetidos tenho feito meu trabalho aqui na minha cidade em prol do verdadeiro evangelho o evangelho da salvação ao qual eu acredito e não no que esses cafetoes do evangelho pregam por ai a fora fico feliz em saber que vc tbem meu caro pense tbem nesta mesma direção e te parabenizo pelo texto acima fique com deus e que ele derrame sua vida muitas sabedoria…

Marcio Motta
Reply

Cristian ficamos felizes que você gostado e agradecemos o seu comentário.

mercia
Reply

Realmente…alguém disse-me uma vez procure se a chegar a Deus e é o que estou fazendo embora as vezes me questione se ele ainda zela por mim…

Marcio Motta
Reply

Mercia é bom e misericordioso e jamais abandona o justo. Obrigado pelo seu comentário.

Leave a comment

name*

email* (not published)

website