Navigate / search

FINANÇAS PARA CASAIS VI

Dando continuidade a nossa série de artigos na busca do equilíbrio financeiro que todo o casal almeja,   daremos hoje as dicas finais, desta série de seis textos, focados nos casais. Não significa que, caso você seja solteiro ou  solteira, não possa aproveitar o que aqui foi colocado.

Como dissemos no início, o equilíbrio financeiro está calcado em dois pilares, quais sejam: Comportamento na relação com o dinheiro e Princípios financeiros, que aqui foram colocados.

Você tem total condição de ter uma vida financeira equilibrada e racional, depende somente de você. Temos plena convicção que, se o casal, colocar em prática as sugestões constantes nestes textos, a sua vida financeira mudará e para melhor.

Vamos a mais duas dicas:

Poupar ( visão de curto prazo) – Procure criar uma meta de poupança mensal. O importante é criar a disciplina de  retirar o dinheiro para este fim assim que receber o pagamento, se você deixar para fazê-lo no final do mês, jamais conseguirá. O ideal é que você tenha guardado de 3 a 6 vezes o valor de suas despesas mensais.( fixe como meta este valor e você conseguirá), para fazer face as eventualidades que possam ocorrer na vida do casal. 

Hábito de poupar (visão de longo prazo) – Infelizmente a  grande maioria de pessoas não possuem o hábito de poupar. Geralmente dizem que não  há a menor condição de fazer isto. Em nossa vida profissional vimos pessoas com ótimos salários endividadas e pessoas com rendas muito menores poupando. Uma boa técnica é  você  fixar como meta de poupança mensal um valor pequeno, que não requeira muito esforço.

Normalmente as pessoas não conseguem poupar porque fixam valores que não conseguem colocar em prática. A visão, aqui, é de longo prazo. É você pensar no futuro.

Um dia desses um amigo me disse que isto era bobagem, como  poderia ele começar a pensar, hoje, em sua aposentadoria. Então eu lhe fiz uma pergunta. Você pretende morrer daqui há cinco anos? Ele, bravo, disse que claro que não. Então façamos um exercício juntos, eu lhe disse. Se você não pretende morrer daqui há cinco anos, você quer viver muito, certo? A resposta foi, claro. Então você espera que não sua velhice alguém tome conta de você? Claro que não, ele respondeu. Então como pode você querer viver muito, não precisar de ninguém, sem ter uma renda que lhe de uma condição digna de final de vida. Não obtive resposta.

Se você pretende ter uma vida digna no futuro, precisa começar a pensar nisto agora. Quando chegar lá, não haverá mais tempo. Se você não fizer isto por você mesmo, ninguém fará.

Você precisa ter a atitude de pensar no futuro, ter disciplina, perseverança e ter o compromisso de não fazer retiradas.

Finalizando, esperamos que aquilo que aqui está escrito venha abençoar você de alguma forma. Sendo assim, deixamos um resumo de tudo o  que foi escrito nestes seis textos, para sua reflexão e tomada de atitude, se necessário.

Resumo para reflexão:

– Planejamento e decisões juntos;

– Sinceridade com relação a quanto o casal pode dispor;

– Nossos sonhos de consumo são maiores que a nossa realidade financeira;

– Fundamental conhecer o seu parceiro e a você (Personalidade Financeira);

– Confiança e compromisso para o sucesso conjunto;

– Você precisa saber para onde o seu dinheiro está indo;

– Orçamento;

– Pense antes de comprar;

– Não compre por impulso, na emoção;

– Tenha apenas uma conta bancária e conjunta;

– Tenha apenas um cartão de crédito;

– Use o cartão de crédito com sabedoria;

– Crie o hábito de poupar;

 

Por:Marcio Motta

Preencha o seu e-mail e receba um e-book totalmente grátis. Coletânea de Versículos Bíblicos. => => => Quero Receber

 

Facebooktwittergoogle_plusmail

Leave a comment

name*

email* (not published)

website