Navigate / search

O PREGUIÇOSO DESEJA E O DILIGENTE CONSEGUE

Provérbios: 13.4

O preguiçoso deseja e nada consegue, mas os desejos do diligente são amplamente satisfeitos. 

Um dia deste estava conversando com um empresário que se queixava muito dos altos impostos cobrados pelo governo, que penalizam demais
às empresas como um todo e que provocam redução acentuada em suas margens de lucro.

o preguiçoso deseja e o diligente consegue

Nessa conversa, onde concordávamos literalmente com aquela pessoa, dissemos também que existia um lado da questão que não poderia ser esquecido, qual seja, que muito embora o Estado realmente penalize as sociedades, existia uma gama de providências que precisavam ser tomadas pelas empresas, mas que por conta de uma série de motivos não aconteciam, fazendo que os problemas se avolumassem, já que estes se juntavam àqueles e então o prejuízo era inevitável.

Onde estamos querendo chegar? Quando falamos em preguiçoso pensamos sempre naquela pessoa que é indolente, que adora a ociosidade, que detesta trabalhar, que detesta acordar cedo para ir para o trabalho, entretanto o preguiçoso vai muito além. Notem que o versículo tema de nosso artigo faz um contraste com o diligente, que é aquele indivíduo ativo, zeloso, empenhado, esforçado, cuidadoso e que possui determinação para atingir os seus objetivos, então, aquela pessoa que levanta cedo e vai trabalhar diariamente, mas que não toma as providências que precisam ser tomadas, que não procura mudar, que não faz o necessário para que os seus projetos sejam bem sucedidos e que somente fica reclamando do governo, também é preguiçosa e não trará boas novas para onde estiver atuando.

O ser humano tem uma tendência muito clara de justificar os seus fracassos impondo as responsabilidades pelo desastre em um terceiro qualquer, que pode ser o governo, o seu amigo em quem confiou, em sua esposa que não lhe deu o apoio necessário, em seu marido que não agiu como esperado, isto é, o culpado da derrota sempre é o outro e nunca ele próprio e o pior é que ele sabe disso, mas continua com a mesma conversa durante todo o tempo.

A pessoa que age assim é preguiçosa e, segundo a Palavra de Deus, vai ficar desejando milhares de coisas e nada conseguirá, pelo contrário, ficará sempre apreciando o sucesso do outro de camarote, remoendo a inveja e se tornando uma pessoa cada vez mais frustrada.

O intuído principal desse artigo é dar um  “toque” naquelas pessoas que não se julgam preguiçosas e que se acham injustiçadas pela vida e pedi-las que façam uma reflexão a respeito da forma que estão conduzindo o seu dia a dia. É de suma importância se ter a certeza absoluta que estamos fazendo o nosso melhor, que aquilo que precisamos fazer está sendo feito, que aquilo que está ao nosso alcance e é de nossa responsabilidade está sendo executado, que não estamos  encostados no muro das lamentações tendo um caminhão de coisas que dependem de nós que precisam ser feitas  e que estão paradas.

Ficar desejando somente e não tomar as providências devidas para as coisas mudarem não levará a lugar nenhum, ficar reclamando tendo uma série de coisas para serem feitas não fará mudar nada, é por isso que o diligente está sempre satisfeito, ele faz. Pense nisso e deixe o seu comentário. 

Por:Marcio Motta

Disponibilizamos um E-book para você. Coletânea de Versículos Bíblicos. Não deixe de baixar. É grátis!  => => => Quero Receber!

 

Facebooktwittergoogle_plusmail

Comments

Marcel
Reply

Ótimo texto, é exatamente oque eu estava procurando depois de ler Provérbios, obrigado.

Marcio Motta
Reply

Obrigado Marcel pelo seu comentário.

Leave a comment

name*

email* (not published)

website