Navigate / search

ONDE FICA A FRONTEIRA ENTRE O DESEJO LEGÍTIMO E A COBIÇA?

Não cobiçarás a casa do teu próximo. Não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem seus servos ou servas, nem seu boi ou jumento, nem coisa alguma que lhe pertença.

(Êxodo: 20.17)

Se formos ao dicionário procurar o significado da palavra cobiça, encontraremos que se trata de um desejo desmedido de poder, dinheiro, bens materiais e glória, ou seja, é um desejo sem limites de se conseguir algo.

“Não deixe de ler também: Desejos legítimos satisfeitos da forma errada”.

Onde fica a fronteira entre o desejo legítimo e a cobiça?

Porém, gostaríamos de abrir um parêntese neste texto para chamar a atenção para alguns dos sinônimos de cobiça, quais sejam: ambição, ganância, inveja, mercantilismos e avidez.

Fazemos isto pelo fato de que a palavra cobiça tem um sentindo bem pejorativo, já ambição não, por exemplo, mas o significado de ambas é o mesmo, um desejo desgovernado de se conseguir alguma coisa.

“Outra ótima leitura seria: Devemos proteger o nosso coração dos desejos ruins”.

Entretanto, o objetivo principal deste texto é tentar fazer uma separação entre o desejo autêntico de se conseguir algo nas diversas áreas da vida do ser humano e a ambição desenfreada que algumas pessoas têm em prosperar, por exemplo.

Em primeiro lugar, gostaríamos de salientar que a linha entre um lado e o outro é muito tênue e, por isso, é muito comum diversas pessoas passarem para o lado errado sem perceber, trazendo enormes problemas para si e para quem está ao seu lado.”

Então, respondendo à pergunta formulada pelo artigo, poderíamos dizer que o lado do desejo correto seria aquele em que um indivíduo consegue satisfazer, através do seu esforço, as suas necessidades e as da sua família, trazendo para todos o conforto e a tranquilidade necessários para se viver bem.

“Você também pode acessar as nossas Mensagens em Vídeo….Confira!”

Já o lado errado, o da cobiça, seria aquele em que este mesmo indivíduo vai além de determinados limites para conseguir isto, ou seja, comete exageros, chegando a fazer coisas que não deve para satisfazer os seus desejos.

“Não deixe de ler também: Antes de querer mais olhe para o que você já tem”.

Talvez um versículo da bíblia que mostra isto de uma forma bem clara está em Provérbios: 25.16, que diz assim: “Achaste mel? Come somente o que te basta, para que não ter fartes dele e o venhas a vomitar”, ou seja, está muito claro que o excesso não é uma coisa desejável.

Então, é correto afirmar que a cobiça está ligada ao excesso, pois todo o ser humano tem todas as condições de perceber quando o seu desejo já foi satisfeito e quando ele decide ir além, está cometendo o pecado da ganância, pois está atravessando a fronteira do permitido e entrando em terreno proibido por Deus.

Para finalizar, gostaríamos de salientar que a cobiça, geralmente, está ligada a poder, sexo e dinheiro e como são coisas que atraem demais o ser humano, é necessário ter cautela para não cair na armadilha de se perder o rumo certo por causa delas.

Pense nisso e deixe o seu comentário.

Por:Marcio Motta

Disponibilizamos um E-book para você. Coletânea de Versículos Bíblicos. Não deixe de baixar. É grátis!  => => => Quero Receber!

 

Facebooktwittergoogle_plusmail

Leave a comment

name*

email* (not published)

website