Navigate / search

PARA ALGUMAS PESSOAS OS FINS JUSTIFICAM OS MEIOS

Então o rei ordenou a Benaia: “Faça o que ele diz. Mate-o e sepulte-o e assim você retirará de mim e da minha família a culpa do sangue inocente que Joabe derramou”.

(1 Reis: 2.31)

Joabe foi o comandante do exército de Davi durante a maior parte do seu reinado.

Ele era um grande estrategista militar, tinha muita coragem, além de grande experiência.

Para algumas pessoas os fins justificam os meios

Exerceu uma forte liderança, a ponto de confrontar até mesmo o rei.

Entretanto, era uma pessoa muito violenta, cruel e vingativa.

Não deixe de ler também: Escolha ser feliz”.

Matou Abner para vingar a morte de seu irmão e, também, Absalão, contrariando as ordens do próprio rei Davi.

Porém, a característica que gostaríamos de ressaltar de sua personalidade, era o fato de que, para ele, “os fins justificavam os meios”.

“Outra ótima leitura seria: O falsos profetas”.

Ele não tinha nenhuma preocupação com os métodos utilizados para alcançar os seus objetivos.

O que importava era ele concluir com êxito o seu plano, não importando as suas consequências.

Por isso não hesitava em trair ou assassinar, levando a sua carreira a ser marcada por grandes conquistas e atos indignos.

E, infelizmente, isto continua acontecendo nos dias de hoje, de forma muito acentuada e, pior, no meio dos próprios cristãos.

Não importa a forma como as coisas estão sendo feitas, o importante é a consecução do objetivo final, mesmo que isto quebre princípios que não deveriam ser quebrados.

“Leia também: Considere as consequências antes de fazer qualquer escolha”.

As pessoas não estão levando em conta os efeitos colaterais de algumas decisões, se alguém está sendo prejudicado, se é certo ou errado, o que vale mesmo é cumprir o determinado.

A grande verdade é que isto está completamente errado, pois princípios, regras, respeito, decência, enfim, valores básicos que permeiam o relacionamento das pessoas não podem ser jogados pela janela.

“Sugerimos que você leia também: Ameaças e oportunidades”.

Estamos vivendo tempos difíceis, numa sociedade egoísta e intolerante, porém não podemos entrar nesta embarcação e nos tornarmos pessoas iguais àqueles que não conhecem Jesus.

Aliás, Ele nunca nos ensinou nada disso, pelo contrário, Ele disse que devemos amar ao nosso próximo como a nós mesmos.

Por isso, não podemos pagar o mal com o mal, pelo contrário, precisamos marcar a nossa trajetória por um comportamento diferente daquele existente no mundo.

É muito difícil, mas é necessário um grande esforço de todos aqueles que se dizem cristãos, para que não venham a cair na mesma vala comum, onde “os fins justificam os meios”.

Pense nisso de deixe o seu comentário.

Por:Marcio Motta

Disponibilizamos um E-book para você. Coletânea de Versículos Bíblicos. Não deixe de baixar. É grátis!  => => => Quero Receber!

 

Facebooktwittergoogle_plusmail

Leave a comment

name*

email* (not published)

website