Navigate / search

SE CONSELHO FOSSE BOM NÃO SE DAVA SE VENDIA

Provérbios: 5. 12-14

Você dirá: “Como odiei a disciplina! Como o meu coração rejeitou a repreensão! Não ouvi os meus mestres nem escutei os que me ensinavam. Cheguei à beira da ruína completa, à vista de toda a comunidade”. 

Esse versos tratam da lamentação de uma determinada pessoa que diz estar com raiva  por não ter aceito os conselhos que lhe

foram dados,  pelo fato de nunca ter estado aberta à repreensão, por nunca ter ouvido os seu mestres e jamais lhes ter dado atenção e, por conta disso tudo, quase ter  caído em desgraça frente a todos.

Leia também: A sabedoria de se aceitar uma crítica

Existe um ditado popular que diz que se conselho fosse bom não se dava, se vendia. É claro que é essa é uma frase infeliz de um autor desconhecido, já que o conselho e a repreensão fazem parte da formação do homem e que bom seria se todos estivessem abertos para isso, o grande problema é que, infelizmente, a grande maioria das pessoas não está preferindo conduzir as suas vidas dentro dos seus próprios conselhos e decisões e quase sempre acabam se dando mal, como consta nos versículos tema desse artigo.

Você também pode ler: Os nossos erros e as nossas desculpas

Então, se é bom para o crescimento do ser humano, porque a grande maioria das pessoas não entende isso e prefere não seguir o conselho? Porque, geralmente, o conselho  confronta um determinado tipo de comportamento que já colocamos em prática e não queremos modificá-lo, isto é, já chegamos à conclusão que devemos agir assim e não queremos ouvir nada em contrário ou, ainda, se trata de algo que desejamos fazer e qualquer sugestão em sentido contrário, nós repelimos de pronto.

A notícia ruim é que ao rejeitarmos o conselho ou a repreensão nós estamos jogando por terra uma visão diferente, ou a opinião de uma pessoa mais experiente, ou uma forma mais sensata de ver as coisas, enfim, estamos  agindo, muita vezes, por impulso e sem a percepção de todas as variáveis e isso tem tudo para acabar em desgraça.

Considere ler também: Eu sou assim e pronto!

Escrevemos, dias atrás,  um artigo cujo título é: “A Palavra de Deus é para ser lida e vivida” e Nela está muito claro que rejeitarmos o conselho não é uma boa decisão e para comprovar isso relacionamos alguns versículos que tratam do tema:

Os planos fracassam por falta de conselho, mas são bem sucedidos quando há muitos conselheiros” (Provérbios: 15.22);

“Ouça conselhos e aceite instruções, e acabará sendo sábio” (Provérbios: 19.20);

“O caminho do insensato parece-lhe justo, mas o sábio ouve os conselhos”   (Provérbios: 12.15)

Leia também: Permanecer com Deus ou buscar os seus próprios caminhos

Sendo assim, tendo em vista os versículos que listamos, e levando-se em conta que a Palavra de Deus  nunca se engana, exortamos a você, que está lendo esse artigo, a nunca desprezar o conselho ou a repreensão, a sempre avaliar cuidadosamente cada um deles, a não se fechar em um deteminado ponto de vista e não dar a oportunidade para outras visões do assunto e, principalmente, nunca deixar de se aconselhar com Deus, mesmo em determinadas situações que você ache menos importante. Pense nisso e deixe o seu comentário.

Por:Marcio Motta

Disponibilizamos um E-book para você. Coletânea de Versículos Bíblicos. Não deixe de baixar. É grátis!  => => => Quero Receber!

 

Facebooktwittergoogle_plusmail

Leave a comment

name*

email* (not published)

website