Your browser (Internet Explorer 7 or lower) is out of date. It has known security flaws and may not display all features of this and other websites. Learn how to update your browser.

X

Navigate / search

SOMOS LUZ EM MEIO À ESCURIDÃO?

Filipenses: 2. 14 – 16

Façam tudo sem queixas nem discussões, para que venham a tornar-se puros e irrepreensíveis, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração corrompida e depravada, na qual vocês brilham como estrelas no universo, retendo firmemente a palavra da vida. Assim, no dia de Cristo eu me orgulharei de não ter corrido nem me esforçado inutilmente. 

Os versos estão nos dizendo para fazermos tudo sem murmurações e sem brigas, para que não tenhamos nenhuma falha e venhamos a viver sem

culpa neste mundo totalmente corrompido e que não quer saber de Deus. Que devemos ser exemplos em nossa forma de viver.

Nessa carta aos Filipenses, Paulo procura agradecer aos irmãos por tê-lo ajudado quando foi preciso, disse que apesar de sua prisão se encontrava alegre e, principalmente, os aconselha a ter um comportamento de união e humildade, chamando a atenção de todos para potenciais problemas que poderiam surgir.

Nos versículos que servem de tema para esse artigos são abordados alguns pontos muito interessantes, tais como: murmuração, brigas, corrupção, ser exemplo. E o que é ser um exemplo? Ser exemplo é se comportar de tal maneira que essa forma de viver acaba virando um modelo. E é disso que gostaríamos de focar nesse artigo. O comportamento que acaba virando um referencial.

Vivemos um tempo onde as questões éticas não têm sido levadas tão a sério quanto deveriam e o pior é que as atitudes fora dos padrões corretos estão tão disseminadas que estão se tornando “o modelo”, em detrimento daquilo que seria o certo e que deveria predominar.

E sobre isso que a Palavra nos chama a atenção quando diz: “… para que venham a tornar-se puros e irrepreensíveis, filhos de Deus inculpáveis no meio de uma geração corrompida e depravada, na qual vocês brilham como estrelas no universo, retendo firmemente a palavra da vida…”.

É isso que Deus espera das pessoas. Que venham a ter um comportamento irrepreensível, mesmo estando vivendo um tempo onde os valores morais e éticos não estão sendo levados a sério o quanto deveriam e, no meio de todo esse lamaçal, que possam ser ponto de referência positiva e aqueles que olharem  possam fazer uma diferença clara entre o joio e o trigo.

E é muito importante frisar que essa responsabilidade que é imposta de forma alguma será retirada em tempo algum, pois precisa haver o modelo, o referencial para que as pessoas possam ver a diferença clara entre o bem o mal, o bom e o ruim, o honesto e desonesto.

O que precisamos discernir é onde estamos nesse processo, se estamos sendo um referencial positivo ou não, se estamos resplandecendo em meio à escuridão, se estamos sendo um exemplo positivo, se as nossas atitudes estão nos levando a ser uma estrela que brilha em meio a esse mundo totalmente corrompido. Pense nisso e deixe o seu comentário.

Por:Marcio Motta

Cadastre-se e receba os artigos do Blog em seu email

Leave a comment

name

email (not published)

website