Navigate / search

A CERCA FRACA FAZ O BOI FUJÃO

Jeremias 28. 12 – 13

Mas veio a palavra do Senhor a Jeremias, depois que Hananias, o profeta, quebrou o jugo de sobre o pescoço do profeta Jeremias, dizendo: Vai e fala a Hananias dizendo: Assim diz o Senhor:  Jugos de  madeira  quebraste. Mas, em vez deles, farei jugos de ferro. 

a cerca fraca faz o boi fujão

O livro de Jeremias, em seu capítulo vinte e oito, nos conta que um profeta de nome Hananias,  dirigiu-se a Jeremias e disse, na presença de sacerdotes e do povo, que o Senhor lhe tinha dito que tinha acabado com o poder do rei da Babilônia e que, num prazo de dois anos, Deus traria de volta todos os tesouros que tinham sido levado do Templo e, também, o rei de Judá, Joaquim, filho de Jeoaquim, junto com todos os prisioneiros que foram levados de Judá para a Babilônia. Isto é, o Senhor acabaria com o poder do rei da Babilônia.

Jeremias, na presença dos sacerdotes e de todo o povo que ali se encontrava, respondeu ao profeta Hananias que seria muito bom se isto acontecesse e que ele esperava que Deus fizesse isto, justamente como Hananias estava dizendo, porém  disse,  também,  que os profetas antigos tinham dito que viria guerra, fome e doença para muitas nações e reinos poderosos e que o profeta que profetiza paz só poder ser levado em consideração, ou seja, como profeta mandado por Deus, quando aquilo que é dito se cumpre.

Então, Hananias, num gesto de raiva, tirou a canga que estava no pescoço de Jeremias, quebrou-a em pedaços  e, na presença de todo o povo, confirmou que o Senhor lhe tinha dito que seria assim  que ele quebraria a canga que rei o  Nabudonosor tinha posto no pescoço de todas as nações, num prazo de dois anos.

Depois disso Jeremias  foi embora, porém voltou algum tempo depois e disse a Hananias, que o Senhor tinha dito que ele tinha quebrado uma canga de madeira, mas que Ele, o Senhor, colocaria, no lugar dela, uma canga de ferro. O Senhor colocaria uma canga de ferro sobre todas as nações, e elas seriam completamente dominadas pelo rei da Babilônia, inclusive, até, os animais selvagens serviriam àquele rei. Leia mais…

Facebooktwittergoogle_plusmail

ACIMA DO BEM E DO MAL

Salmos 51. 10 -12

Cria em mim, ó Deus, um coração puro e renova em mim um espírito reto. Não me lances fora da tua presença e não retires de mim o teu Espírito Santo. Torna a dar-me a alegria da tua salvação e sustém-me com um espírito voluntário.

acima do bem e do mal

A relação equivocada de Davi com Bate-Seba durou pouco, porém as conseqüências daquele erro foram muitas e duradouras. Até o encontro com Natã Davi estava tentando esconder o seu pecado, entretanto, quando confrontado, caiu em si, e disse a frase que salvou a sua vida:

“ Pequei contra o Senhor”. Neste momento ele confessa o seu erro, demonstra todo o seu arrependimento e começa a ter a paz espiritual que está ao alcance de todo o pecador.

Não existe nenhuma dúvida que Davi era um homem que temia a Deus, porém durante aquele período que fez todas aquelas atrocidades, ele estava muito longe do Senhor. Deixou-se levar pela tentação e, como um abismo atrai outro abismo, foi incorrendo em um erro após outro, agindo no oculto, achando que podia esconder as suas atitudes de Deus, como muitos de nós por vezes também acreditamos, até que o Senhor  o procurou, através do profeta, e Davi pode sentir o peso da responsabilidade e a gravidade dos seus atos.

Neste ponto, sem querer justificar essas atitudes, precisamos traçar o  contexto histórico daquele momento, para podermos entender algumas coisas.  Leia mais…

Facebooktwittergoogle_plusmail

DEUS SEMPRE QUER NOS DAR OUTRA CHANCE

Êxodo 32. 11-12

Porém Moisés suplicou ao Senhor, seu Deus, e disse: Ó Senhor, por que se acende o teu furor contra o teu povo, que tu tiraste da terra do Egito com grande força e com forte mão? Por que hão de falar os egípcios, dizendo: Para mal os tirou, para matá-los nos montes e para destruí-los da face da terra? Torna-te da tua ira do teu furor e arrepende-te deste mal contra o teu povo. 

deus sempre quer nos dar outra chance

Moisés tinha subido ao monte. Como ele estava demorando muito para descer, o povo se reuniu em volta de Arão, argumentando que não sabia  o que  tinha acontecido com o homem que lhes tinha tirado do Egito,  e lhe pede que ele construa, para eles ,deuses para serem colocados à frente deles.

Arão, então, pede que cada um,  que  lhe traga tudo que tivesse de ouro em suas casas. Eles obedeceram e assim fizeram. Arão pegou todo o ouro que tinha recebido, derreteu, colocou dentro de um molde e fez um bezerro de ouro, que o povo reconheceu como o deus que o tinha tirado do Egito, em seguida foi construído um altar diante do bezerro e foi anunciado que, no dia seguinte, haveria uma grande festa, em honra daquele deus.

No dia seguinte,  o povo trouxe , logo pela manhã, alguns animais para serem queimados como sacrifício e outros para serem comidos como ofertas de paz. Após isso, houve festa e todos comeram, beberam e se divertiram. Leia mais…

Facebooktwittergoogle_plusmail