Navigate / search

DEUS CONHECE AS REAIS INTENÇÕES DOS NOSSOS CORAÇÕES

Mateus 21:28-30

Mas, que vos parece? Um homem tinha dois filhos, e, dirigindo-se ao primeiro, disse: Filho, vai trabalhar hoje na minha vinha. Ele, porém, respondendo, disse: Não quero. Mas depois, arrependendo-se, foi. E, dirigindo-se ao segundo, falou-lhe de igual modo; e, respondendo ele, disse: Eu vou, senhor; e não foi.

Deus conhece as reais intenções dos nossos corações

Estes três versículos fazem parte de um diálogo entre Jesus e os fariseus que tentaram aprontar uma armadilha para o Mestre fazendo uma determinada pergunta que parecia ter um direcionamento, mas, que na verdade, tinha segundas intenções.

E é sobre isso que gostaríamos de falar nesse artigo, das verdadeiras intenções das pessoas. “Leia também: Se quisermos mudanças precisamos mudar”.

Os versículos tema de nosso texto diz que um homem tinha dois filhos e determinou ao mais velho que fosse trabalhar em sua plantação de uvas e o filho lhe respondeu que não iria, porém depois se arrependeu e foi.

Depois se dirigiu ao outro e disse a mesma coisa e recebeu como resposta que ele iria, porém acabou não indo. “Sugerimos que você leia também: Sem perseverança não existe vitória”.

O que estamos vendo é o comportamento de duas pessoas com intenções completamente diferentes, o primeiro falou a verdade e disse que não queria ir, mas acabou cumprindo a determinação do pai, porém o segundo jamais teve a real intenção de fazer qualquer coisa, ou seja, demonstrou estar bem intencionado em obedecer ao seu pai, mas já sabia que não cumpriria o que estava dizendo. …Continue lendo o texto…

Facebooktwittergoogle_plusmail

A CRÍTICA CONSTRUTIVA E A INVEJA DESTRUTIVA

Números: 12.11

E disse a Moisés: “Por favor, meu senhor, não nos castigue pelo pecado que tão tolamente cometemos”. 

a crítica construtiva e a inveja destrutiva

Miriam e Arão questionaram se Deus estava falando ao povo somente através de Moisés ou, se por acaso, não estava se utilizando deles também para isso.

Diz a Palavra que Deus ouviu isso e determinou que os três fossem para Tenda Sagrada e falou com eles dizendo que com relação aos profetas Ele falava com eles através de visões e sonhos, porém no que diz respeito a Moisés era diferente, já que Ele o tinha colocado como líder do Seu povo, e, por conta disso, falava com ele face a face e vai mais longe dizendo que Moisés já tinha visto, inclusive, a Sua forma e arremata, com dureza, falando como então eles o estavam criticando, como se atreviam a isso, demonstrando todo o Seu desagrado com  a atitude de Miriam e Arão.“Leia também: Sob a direção e autoridade de Deus”.

Depois disso Deus se retirou e imediatamente Miriam ficou leprosa e, então, chegamos ao versículo tema desse artigo quando Arão pede a Moisés que eles não sofressem tamanho castigo pelo erro que tinham cometido num momento de total loucura. …Continue lendo o texto…

Facebooktwittergoogle_plusmail

A MENTIRA SEMPRE AUMENTA O PROBLEMA

Gênesis: 12.11-13

Quando estava chegando ao Egito, disse a Sarai, sua mulher: “Bem sei que você é bonita. Quando os egípcios a virem, dirão: ‘Esta é a mulher dele’. E me matarão, mas deixarão você viva. Diga que é minha irmã, para que me tratem bem por amor a você e minha vida seja poupada por sua causa”.

a mentira sempre aumenta o problema

O contexto desta história é que naquele tempo houve muita fome em Canaã e, então, Abrão foi para o Egito. Acontece que quando estava chegando lá ele foi tomado pelo medo de ser morto. Por quê? Porque  sua mulher Sarai era muito bonita e totalmente desejável para pertencer ao harém do faraó, entretanto, para isso acontecer, a condição seria de ele não estar vivo. “Leia também: O que Deus espera de nós”.

Sendo assim, Abrão teve a ideia de contar uma mentira, qual seja, de que Sarai era sua irmã e não sua esposa, já que, na sua linha de raciocínio, como marido ele corria o risco de ser morto e como irmão receberia lugar de honra.

E aconteceu que quando lá chegaram, realmente, os egípcios viram a beleza de Sarai e, por conta disso, a levaram para o palácio de rei e, no tocante a Abrão, por causa dela, lhe deram muitos presentes. …Continue lendo o artigo…

Facebooktwittergoogle_plusmail