Navigate / search

UMA VIDA DESPERDIÇADA

Juízes 13.5

Porque eis que conceberás e terás um filho sobre cuja cabeça não passará navalha; porquanto o menino será nazireu de Deus desde o ventre e ele começará a livrar a Israel da mãos dos filisteus.

Uma vida desperdiçada

Mais uma vez os israelitas pecaram contra o Senhor e por isso foram entregues nas mãos dos filisteus por quarenta anos. Entretanto, num determinado dia, um Anjo do Senhor apareceu à mulher de Manoá, que não podia ter filhos,  e lhe disse que ela ficaria grávida e daria à luz a um filho e disse mais, que para ela nunca cortar o cabelo dele, uma vez que ele seria consagrado a Deus como nazireu (pessoa que fazia o voto de ser separado para o serviço de Deus. Os pais de Sansão fizeram os votos para ele) desde o dia do seu nascimento.

Então se cumpriu aquilo que o Anjo tinha dito, a mulher de Manoá deu à luz um filho e lhe pôs o nome de Sansão. O menino cresceu, e Deus o abençoou, acontecendo que o Espírito do Senhor começou a dirigir a sua vida.

Num determinado dia Sansão veio com a novidade que queria casar com uma jovem filistéia, o que desagradou muito a seus pais, que preferia que ele escolhesse alguém no meio do seu próprio povo. Sansão não arredou pé daquela decisão, dizendo que era aquela mulher que ele queria e de quem gostava.

O que os pais de Sansão não sabiam é que aquilo era uma orientação do Senhor, já que Deus estava procurando uma oportunidade para atacar os filisteus, que naquele tempo estava dominando o povo de Israel.

Enganado em sua festa de casamento, Sansão foi a Asquelon e matou alguns  filisteus e apossou-se de suas roupas para honrar uma aposta que tinha feito. Então consentiu em ser aprisionado e levado, foi quando arrebentou as cordas que o prendiam e matou mil homens utilizando uma queixada de um jumento.

O que estamos vendo é que Sansão nasceu de uma promessa de Deus, que tinha uma grande obra para a sua vida, qual seja, salvar o povo de Israel das mãos dos filisteus e para ajudá-lo ele foi dotado de uma enorme força física.

Diz a história que depois Sansão foi a cidade de Gaza e lá conheceu Dalila, uma prostituta, com a qual teve relações, apaixonando-se por ela.

Então os governadores das cinco cidades dos filisteus tiveram a idéia de usar Dalila para que Sansão lhe contasse o segredo da sua força. Assim foi feito e, após alguma insistência, ela conseguiu a informação e o traiu.

Então quando os filisteus estavam chegando Sansão imaginou que conseguiria se livrar como sempre, porém o que ele não sabia é que o Senhor já havia se retirado e ele não conseguiu, então os seus olhos foram furados e ele foi preso com correntes de bronze e colocado na prisão.

Sansão, o guerreiro de enorme força, virou um escravo. Em vez de matá-los os filisteus preferiam humilhá-lo, já que foi colocado para moer grãos, além de o terem cegado.

Ao olharmos para a vida de Sansão verificamos de forma muito clara, como uma pessoa com um enorme potencial pode jogar tudo fora. Com um ser humano com tudo para dar certo, pode mudar a sua vida de uma forma tão triste. Alguma novidade nisto? É claro que não. Com certeza conhecemos alguém com as mesmas peculiaridades de Sansão, que tiveram um início de vida promissor, mas que ao longo de sua caminhada puseram tudo a perder.

Sansão poderia ter feito grandes coisas, porém desperdiçou tudo ao se afastar do seu propósito original.

O que está explícito de forma muito latente é que Sansão tinha a presença de Deus em sua vida, mas a sua vontade própria prevaleceu. E assim é conosco, Deus jamais fará em nossas vidas aquilo que não queiramos, Ele sempre nos dará o livre arbítrio. Outra coisa muito clara é que Sansão era dotado de uma força descomunal, mas isto não foi suficiente para compensar a grande fraqueza que ele carregava em outra área de sua vida.

O que estamos vendo nesta história, de uma forma muito clara, é que Deus sempre nos dará o direito da escolha. Podemos optar por estar perto do Dele ou caminhar dentro dos nossos próprios conselhos. O certo é que existirão conseqüências  para qualquer dos  lados que pendermos. No caso de Sansão ele não fez a escolha de virar escravo, mas preferiu o lado onde estava Dalila, em detrimento daquele onde se encontrava o Senhor e, evidentemente, teve de arcar com as implicações de suas preferências. Assim também sempre será conosco.

Por:Marcio Motta

Preencha o seu e-mail e receba um e-book totalmente grátis. Coletânea de Versículos Bíblicos. => => => Quero Receber

Facebooktwittergoogle_plusmail

Comments

bebas
Reply

I would like to thank you for the efforts you’ve put in writing this blog. I’m hoping the same high-grade web site post from you in the upcoming also. In fact your creative writing skills has encouraged me to get my own website now. Really the blogging is spreading its wings quickly. Your write up is a great example of it.

Leave a comment

name*

email* (not published)

website