Navigate / search

VOCÊ QUER VER O PODER DE DEUS EM SUA VIDA? ADMITA SUAS LIMITAÇÕES

E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo.

(2 Coríntios 12.9).

O entendimento deste versículo passa por uma consulta aos versos anteriores, quando Paulo  pede a Deus que remova “o espinho da sua carne”.

Você quer ver o poder de Deus em sua vida? Admita as suas limitações

Não se sabe com certeza qual era o problema que Paulo trazia consigo, ou seja,  o que era aquilo que ele chamava de espinho, alguns dizem que poderia ser alguma doença, outros que se tratava de uma enfermidade nos seu olhos, mas é certo que era uma deficiência permanente que o debilitava e atrapalhava o seu trabalho.

Sugerimos que você leia também: Promessa feita é para ser cumprida”. 

Muito embora Paulo tivesse feito este pedido mais de uma vez, Deus não o atendeu e lhe respondeu que a Sua graça bastava para ele e foi mais além, dizendo que o Seu poder se aperfeiçoava na fraqueza.

“Não deixe de ler também: O sucesso é fruto de muito trabalho”.

E é desse verso “…que o Seu poder se  aperfeiçoava na fraqueza” que gostaríamos de tratar nesse artigo.

Deus quando disse isso para Paulo também lhe mandou um recado, qual seja, que à medida que ele fosse reconhecendo as suas limitações mais o Seu poder iria se aperfeiçoando em sua vida.

E é lógico que o que foi dito para Paulo serve também para nós, isto é, Deus nos promete aperfeiçoar o Seu poder na vida de cada um de nós à medida que reconheçamos as nossas limitações e, por consequência, o Seu poder.

O grande problema é que, infelizmente, somos autossuficientes e temos enorme dificuldade de olhar para as nossas fraquezas, pelo contrário, procuramos sempre focar naquilo que entendemos ser os nossos pontos fortes.

“Outra ótima leitura para você seria: O uso das palavras”.

Dito isto gostaríamos fazer uma pergunta: Você consegue ajudar a alguém que diz não precisar de ajuda? É claro que não, você somente consegue ajudar ao alcoólatra quando ele assume ser um dependente do álcool, o mesmo acontece com o viciado em drogas e não é diferente com aquele que tem problemas financeiros, então como você pode querer a ajuda de Deus se não admite que precisa?

“Indicamos para você ler também: Os planos de Deus”.

Enquanto não assumirmos que existem problemas que não temos condições de resolver, que temos dificuldades intransponíveis para nós, que somos fracos para algumas questões e reconhecermos que dependemos da ajuda de Deus para conseguirmos sobreviver e continuar em frente, iremos continuar carregando sobre os nossos ombros dificuldades que não deveriam estar mais conosco.

Deus disse para Paulo que não iria remover o seu problema, mas Lhe prometeu estar com ele e à proporção que ele fosse ficando mais fraco o Seu poder iria aumentando em sua vida e a promessa se estende a todos nós, mas é preciso que reconheçamos que somos fracos.

Pense nisso e deixe o seu comentário.

Por:Marcio Motta

Disponibilizamos um E-book para você. Coletânea de Versículos Bíblicos. Não deixe de baixar. É grátis!  => => => Quero Receber!

 

Facebooktwittergoogle_plusmail

Comments

LUIZ CARLOS
Reply

INDEPENDENDE DAS DIFICULDADES QUE TENHAMOS COMO HUMANOS TEMOS QUE TOMAR POSSE DA PALAVRA E NUNCA DESISTIR POIS DEUS FOI E E SEMPRE SERA O DEUS DAS CAUSAS IMPOSSIVEIS .

Marcio Motta
Reply

Isto mesmo Luiz Carlos. Obrigado pela sua participação.

Rita de Cássia Ribeiro Gama
Reply

Não somos nada sem Deus. Aquele que se exalta será humilhado.
Provérbio 3:5;6
Confia no Senhor com todo o teu coração, e não te apoies em tua própria prudência. Reconhece-O em todos os teus caminhos, e Ele endireitará tuas veredas.

Marcio Motta
Reply

Obrigado Rita pela sua participação em nosso blog. Realmente não somos absolutamente nada sem Deus.

Pb Edelson Do Amaral
Reply

O texto de 2 cor 12 nos revela qual era o espinho no verso 7. Que diz que para que Paulo nao se exaltasse pela excelente revelcao foi DADO um espinho na carne, ou seja acredito que Paulo tinha intrisicamente dificuldade em administrar seu ego.

Marcio Motta
Reply

Obrigado Pb Edelson pela sua participação em nosso blog.

Leave a comment

name*

email* (not published)

website